03/08/2018:

CEBNN/CONTEC e FENABAN em negociação da Pauta de Reivindicações


Ontem, em São Paulo, a Comissão Executiva Bancária Nacional de Negociação - CEBNN/CONTEC - e a FENABAN se reuniram para discutir as cláusulas 1ª, 2ª, 3ª, 4ª, 8ª, Incorporação de Função e a PLR, presentes na Pauta de Reivindicações dos bancários que vem sendo discutida desde junho.

Durante a reunião, a Federação dos Bancos revelou que quer propor alternativa para o trabalho em local diferente da empresa empregadora, ou seja, o teletrabalho. Revelou ainda que está estudando maneiras de cumprir o que está acordado sobre o pagamento da PLR, porém não pareceu acatar o que está disposto na pauta sobre vale alimentação, alegando possível falta de segurança jurídica a essa questão. A Federação propôs ainda o fim das ações coletivas sobre objetos negociados, que foi contraposto pela CONTEC, por causa da segurança jurídica das homologações de rescisões feitas nos sindicatos, além dos acordos firmados por Comissão de Conciliação Prévia que pretendem evitar que questões passíveis de serem resolvidas por conciliação se transformem em ações judiciais.

Outra reivindicação da categoria laboral foi a unificação das duas verbas de caixa: "gratificação de caixa" e "outras verbas de caixa".

Sobre a incorporação de função, a FENABAN negou o pedido de incorporação das funções de confiança. A comissão da FENABAN informou que prefere firmar uma CCT com vigência para 4 anos, envolvendo todas as questões, algo que deve ser analisado com muito cuidado, pois num país no meio de uma crise política e econômica, 4 anos é bastante tempo para mudanças radicais e que um acordo firmado com esse tempo de vigência pode representar um risco aos direitos da categoria.

Gustavo Walfrido, Presidente da UGT-PE e Diretor da CONTEC, participou da reunião.

A próxima reunião com a FENABAN será realizada a partir das 10 horas, no próximo dia 07/08 (terça-feira), em São Paulo.

Com informações da CONTEC